A minha primeira experiência no SWR - Barroselas Metalfest

terça-feira, abril 26, 2016

Se me seguem pelas redes sociais, já devem saber que no passado sábado estive presente no SWR - Barroselas Metalfest.

Para quem não sabe, o Barroselas é um festival de música extrema que já se realiza desde 1998, dos festivais mais antigos do estilo, e que todos os anos nos apresenta um cartaz de luxo com alguns dos maiores nomes da música pesada underground.

Dado o facto do festival se realizar durante o mês de abril, nunca tive a oportunidade de estar presente apesar de ser algo que ansiava há já muito tempo. Este ano, apesar de só poder ir um dia, decidi que não iria adiar mais a oportunidade.


O recinto e a localização

Como o nome indica, o festival realiza-se em Barroselas, uma pacata vila de Viana do Castelo que acolhe o festival há já 19 anos. 

O recinto fica situado no complexo desportivo da vila e conta com três palcos:
 - SWR Arena: situado no recinto de entrada gratuita
 - LOUD! Dungeon
 - Wonder Worker Abyss: palco principal.




Como já é típico deste género de festivais, o recinto abundava em stands de merch de bandas e de álbuns, o que levou a alguns estragos na minha carteira.

Para além dos espaços de alimentação, o recinto conta com um bar decorado a rigor e ao pormenor para o festival.


 Nesta parede tinha todos os cartazes das edições passadas, desde 1998.



Os concertos

Não vou entrar em pormenores técnicos, nem nada que o pareça pois não me considero uma entendida no assunto. Por isso apenas falarei do ponto de vista do meu gosto pessoal.

A escolha do segundo dia do festival prendeu-se ao facto de virem duas das minhas bandas favoritas, Marduk e Grave. Sendo que também era o dia em que atuavam Decayed e Grunt, duas bandas nacionais que aprecio e nunca tinha tido oportunidade de ver, juntei o "útil ao agradável" por assim dizer.

Decayed - Black Metal

Marduk - Black Metal

Marduk foi, de longe, o melhor concerto do dia para mim. Estava super entusiasmada para os ver e não desiludiram. Com a sua sonoridade de peso, a banda entrou em grande e o público respondeu à altura.

Monolord - Sludge/Doom Metal

Monolord foi a maior surpresa para mim. Não conhecia a banda, ouvi por sugestão do meu namorado e na altura não me prendeu muito. No entanto, fiz-lhe companhia no concerto e fiquei rendida. 
Para quem gosta de doom/sludge metal, fica a dica. 
Apesar dos problemas técnicos que tiveram, deram um concerto espetacular.

Relativamente a Grave (death metal), apesar do cansaço que já sentia, deram um concerto brutal e o público esteve imparável durante todo o tempo. Entre stage dives, mosh e circle pits, foi loucura do primeiro ao último momento.

Não consegui assistir a todos os concertos, mas deixo uma nota para Inverloch (death/doom metal) e Balmog (black metal), duas bandas que conheci apenas no festival e que gostei bastante das perfomances.




O ambiente

Cheguei provavelmente à parte mais difícil de descrever desta experiência. Sem dúvida que o SWR é bem mais que um festival de música e só quem vai consegue perceber do que estou a falar.
A mítica do espaço, aliada à música e à facilidade de contacto e convívio entre os festivaleiros é algo único e que dificilmente se vê noutro festival. 
Por muito cliché que pareça não há outra frase que não o 'senti-me em casa', depois de ver e rever rostos familiares e conhecer novas pessoas.

Para trás ficou a 19ª edição, com a promessa de para o ano voltar para festejar os 20 anos deste mítico festival.

Vemo-nos no próximo post! xx

Follow me on:
SNAPCHAT: ana_pat14

You Might Also Like

16 comentários

  1. Aposto que te divertiste bastante :)

    http://checkinonline.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que gostaste da experiência!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. também adoro ir a festivais, só que não desse género! este ano só o NOS Alive :p

    www.mabsoph.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. bem a tua praia né! :) que bom que gostou!
    Pam xo/ Pam Scalfi♥

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito do teu post. Eu gostava de ir as festivais talvez de um pouco de tudo, mas tenho um sonho de ir ao Tomorrowland porque adoro hardcore, drummnbass e dubstep.
    Acho que fizeste muito em ir nem que fosse um dia porque nem não és a única que diz que aí sentes-te em casa.
    Tenho um colega que foi a esse festival de metal e voltou completamente realizado porque ele estava bem ansioso.
    Acredito que deve ser uma boa experiência.
    Beijinhos,
    Grande Sonhadora!

    ResponderEliminar
  6. Já há uns anos que não vou ao Barroselas, tive pena de não ver Marduk. Fica para a próxima.
    Adorei o teu blog =)

    Beijinho.
    Lilium
    O Meu Dolce Far Niente

    ResponderEliminar
  7. Ainda bem que gostaste, e deu a impressão de ter sido um festival muito bom e "familiar"! Beijinhos :)

    NINETEEN MOONS

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia nem a vila nem o festival, mas acho super interessante para quem gosta desse género de músicas. Acho sempre bom quando existe em Portugal mais alternativas aos típicos festivais de verão que parece que são sempre a mesma coisa xD
    Beijinhos,

    http://chocopink89.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Parece ser mesmo excelente!Finalmente algo deste género, durante o Verão deve ser um máximo :)
    Muito obrigada, beijinhos ❤
    http://diaryofalittlebee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. A tua cara de felicidade na foto :)

    http://www.mykindofjoy.com/

    ResponderEliminar
  11. Parece-me ter sido uma experiência fantástica, ainda bem que aproveitaste :D
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  12. Lá está o Barroselas em grande :D Adoro as moedas que eles usam, podiam ser assim na vida real!
    E ainda bem que gostaste <3

    Venus in FleursZara Giveaway

    ResponderEliminar
  13. Muito obrigado minha querida. Eu entendo perfeitamente! :D
    comigo está tudo bem. E contigo? Espero que também <3

    Bem, parece ter sido mesmo fixe :D O sítio acho que foi muito bem pensado. :D

    NEW BRANDING POST | Concealer Pallet and Urban Decay Naked3 Brushes.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  14. O Barroselas ainda está a bombar? :D fantástico! Houve uns anos em que não houve que foi quando o Vagos Open Air começou (que fui desde a primeira edição) e olha que o Vagos tava bem fixe também... pena terem mudado o sítio. É sempre a mesma coisa, mudarem sempre para as "capitais".


    Hoje é o dia de quem está onde tantas vezes não está mais ninguém! Hoje é o nosso dia: Feliz Dia Internacional dos Enfermeiros

    ResponderEliminar
  15. Aqui fica a ultima review de VOA que fiz :p lol Vagos Open Air 2011

    ResponderEliminar
  16. Parece ter sido divertido.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não te esqueças de deixar o link do teu blog para que possa visitar!
Todos os comentários com questões serão respondidos no próprio post :)